Um resort, três quintas, um hotel de 4 estrelas e um apartamento: são os alojamentos em que ficámos na ilha da Madeira. Três são no Funchal, um na Costa Este, outro na Costa Norte e o sexto na Costa Sul. Gostámos tanto deles que os vamos recomendar, de seguida, a quem nos lê.

1. Apartamentos Praça Amarela

Localização | Em pleno centro histórico do Funchal, a capital da ilha.

Grande mais-valia | A sua localização, próxima das principais atrações turísticas e servida por inúmeros restaurantes, esplanadas e lojas.

Inconveniente | Os apartamentos não têm estacionamento próprio nem se pode estacionar nas imediações, o que não será um problema se não tiver carro. O parque de estacionamento público mais próximo fica a 500 metros (7 minutos a pé).

Aquilo de que mais gostámos:

  • As flores de boas-vindas;
  • A decoração moderna e acolhedora;
  • As dicas que, ao receber-nos, a Alexandra nos deu para explorarmos o Funchal e o resto da ilha, daquelas que não encontramos nos guias de viagem.
apartamento da praça amarela

Uma taça de fruta e próteas numa jarra: são detalhes que nos encantaram logo à chegada, como nos deliciaram todos os pormenores dos Apartamentos da Praça Amarela. No total, são seis apartamentos divididos por dois edifícios centenários, totalmente recuperados no início de 2018. Situam-se no coração do Funchal, com vista para a Praça Cristóvão Colombo, também conhecida como Praça Amarela devido à cor dos edifícios que a circundam.

O nosso estúdio estava muito bem decorado, com apontamentos amarelos a condizer com a praça. Incluía uma kitchenette totalmente equipada e havia janelas a toda a volta, o que não só enchia tudo de luz, mas também reforçava a sensação de que estávamos mesmo no centro da cidade.

Os Apartamentos Santa Maria e a Casa do Mercado são mais duas propriedades disponíveis. Ficam ambas na Rua de Santa Maria, a rua mais antiga do Funchal, igualmente em edifícios centenários recuperados.

Reservar Apartamentos Praça Amarela

2. Quintinha de S. João

Localização | A 15 minutos a pé do centro do Funchal.

Grande mais-valia | Sensação de retiro e um toque pessoal omnipresente.

Aquilo de que mais gostámos:

  • O jardim, um refúgio perfeito para relaxar;
  • As plantas e os arranjos de flores frescas a dar cor e vitalidade aos espaços interiores;
  • A piscina interior aquecida situada no 2º andar;
  • O estacionamento privado gratuito.
quintinha de sao joao

A Quintinha de S. João é um dos exemplares das antigas quintas que existiam nos arredores do Funchal. O seu primeiro proprietário foi Diogo de França Neto, Visconde de São João, funchalense de nascença e grande proprietário na Calheta no séc. XVIII.

Cobrindo, outrora, uma extensa área que ia quase até ao centro do Funchal, é hoje em dia – como o nome indica – uma pequena quinta de 5 estrelas. É composta por um edifício principal, onde se situam 42 quartos. É também aí que ficam a piscina interior aquecida, o restaurante, o bar, o ginásio e a sala de jogos. A decoração é clássica e requintada, a condizer com a história da propriedade.

Nas traseiras, todo o edifício se abre para um jardim muito bem cuidado, com mais de 300 espécies, incluindo plantas e flores belíssimas que nunca tínhamos visto. Foi também aí que descobrimos o spa e a piscina exterior.

Reservar Quintinha de S. João

3. Casa Velha do Palheiro

Localização | Nos arredores do Funchal, a 500 metros acima do nível do mar.

Grande mais-valia | Um jardim encantado num grandioso mundo à parte.

Aquilo de que mais gostámos:

  • Passear pelos jardins do Palheiro, um dos mais belos da ilha;
  • A decoração dos quartos, com cores frescas e motivos florais;
  • O hall de entrada, com paredes pintadas à mão, ao mesmo tempo tão simples e tão bonitas.
casa velha do palheiro

A Casa Velha do Palheiro é um célebre hotel de 5 estrelas, situado nos arredores do Funchal. De Palheiro, só tem o nome. Inserido num dos mais belos jardins da ilha, foi em tempos um pavilhão de caça construído pelo primeiro Conde de Carvalhal, em 1801, como residência de Verão.

O hotel é membro da organização Relais & Châteaux e alberga 32 quartos e 5 suítes. Na casa principal, fica a biblioteca, o bar e as salas de estar e de jantar. Todos os espaços estão decorados com bonitos móveis clássicos, quadros e algumas fotografias antigas da Madeira, numa das quais descobrimos o rei D. Carlos e a raínha D. Amélia nos jardins do Palheiro.

A propriedade é tão grande que inclui um pequeno bosque (replantado após os grandes incêndios de 2016), magníficas árvores (a imagem de marca dos jardins), um lago, um pavilhão de chá, uma piscina exterior e uma piscina interior aquecida, spa, banho turco e sauna, ginásio, campo de ténis e o campo do Palheiro Golf.

Reservar Casa Velha do Palheiro

4. Quinta do Lorde Resort & Marina

Localização | Na Costa Este, muito perto da Ponta de São Lourenço, a península mais ocidental da ilha; a 10 minutos do aeroporto e a 25 do Funchal.

Grande mais-valia | Ideal para quem quer ir à Ponta de São Lourenço ao nascer do sol; para quem quer explorar a Costa Este ou para quem já ficou alojado no Funchal e lhe apetece mudar de ares, num lugar encantador.

Aquilo de que mais gostámos:

  • A localização à beira-mar, em torno de uma baía rodeada pela natureza;
  • A tranquilidade que encontrámos tanto dentro como fora do resort;
  • A piscina de maré e a praia de calhau privativas;
  • A suite com vista para o oceano.
quinta do lorde

A Quinta do Lorde Resort & Marina é como uma bela aldeia madeirense à beira-mar. É composta por um hotel de 5 estrelas, uma marina, bares, restaurantes, jardins que refletem a exuberante flora da ilha, uma praia privativa e três piscinas, uma das quais natural (de maré).

Normalmente, associamos resorts a estabelecimentos frequentados por massas de turistas em que está tudo incluído, como a comida e bebidas alcoólicas, muitas vezes de qualidade duvidosa. Em vez disso, encontrámos na Quinta do Lorde um lugar tranquilo – tão tranquilo como as pessoas que por lá andavam. A equipa é igualmente discreta, sem deixar de ser prestável, e o nível de qualidade corresponde, de facto, à categoria de 5 estrelas, quer ao nível da arquitetura, materiais e decoração, quer ao nível do que tivemos oportunidade de provar tanto no quarto como ao pequeno-almoço.

Reservar Quinta do Lorde Resort & Marina

5. Solar da Bica

Localização | Em S. Vicente, na Costa Norte.

Grande mais-valia | A possibilidade de explorar a Costa Norte e as suas impressionantes paisagens, incluindo as piscinas naturais de Porto Moniz ao pôr-do-sol.

Aquilo de que mais gostámos:

  • A simpatia da Liliana, a funcionária que nos recebeu;
  • A horta biológica no exterior do hotel;
  • Provar alguns produtos dessa horta ao pequeno-almoço;
  • Café e chá à disposição dos hóspedes na sala de estar;
  • A surpresa que encontrámos no quarto ao final do dia: um cestinho com um simpático postal, doces regionais e uma compota caseira de ameixa.
solar da bica

O Solar da Bica é um hotel de 4 estrelas com 13 quartos, resultante da recuperação de uma casa em ruínas em S. Vicente, na Costa Norte da Madeira. As traves de madeira no teto da tão-bem-decorada sala de jantar e o lagar, na sala de estar com lareira, relembram-nos isso mesmo.

Apesar da decoração do hotel ser moderna, quis-se manter um ambiente familiar e rural, a condizer com o cenário envolvente, nomeadamente com as vistas magníficas sobre as montanhas e os socalcos de S. Vicente. Daí se cultivar uma grande horta biológica no exterior do hotel, onde também se situam a piscina coberta aquecida, a sauna e o ginásio.

Reservar Solar da Bica

6. Quinta das Vinhas

Localização | Calheta, na Costa Sul.

Grande mais-valia | A oportunidade de ficar numa quinta onde se produz o famoso Vinho da Madeira e a possibilidade de explorar a fundo a Costa Sul da ilha.

Aquilo de que mais gostámos:

  • A visita guiada pela quinta e pela casa do séc. XVII;
  • O pequeno-almoço servido na antiga cozinha, onde se mantêm o depósito de água original e o forno de pão;
  • As preocupações ecológicas, por exemplo, nos materiais usados para construir as casas de hóspedes e no desejo de produzir vinho biológico.
quinta das vinhas

A Quinta das Vinhas é uma tradicional quinta madeirense, pertencente à mesma família há várias gerações. É composta por uma casa do século XVII onde existem 6 quartos de hóspedes e 14 pequenas casas dotadas de kitchenette, espalhadas pela propriedade.

Passeámos pelas vinhas, descobrimos as duas piscinas exteriores, tomámos o pequeno-almoço no jardim com plantas tropicais e cruzámo-nos com vários estrangeiros de fato-de-banho a apanhar sol em espreguiçadeiras que convidam ao “dolce fare niente”. Quem quiser também poderá fazer degustações de vinhos e visitar as adegas.

Reservar Quinta das Vinhas

Em conclusão, não podemos dizer que estes são os seis melhores hotéis da Madeira, porque não conhecemos todos os que existem na ilha. Podemos, sim, afirmar que estes foram aqueles onde ficámos e que – por termos gostado tanto – aconselhamos aos nossos leitores.

Se gostaram deste artigo, podem deixar um comentário ou seguir o Facebook e o Instagram do Viagens à Solta. A vocês não custa nada e a nós motivar-nos-á a partilhar mais experiências de viagem.

Veja ainda:

2 Comentários

  1. Não conheço a ilha da Madeira, mas as referências sobre a natureza, especialmente as flores nativas, convidam a uma visita. Aliás, aqui no Brasil os programas de turismo na televisão, indicam Portugal como o melhor roteiro do momento. As imagens que vocês trazem sobre os hotéis são de muito bom gosto e remetem a imponência e, ao mesmo tempo, o aconchego das casas coloniais. Amei a cozinha com a mesa de toalha quadriculada. Parabéns pelas lindas fotos e o primoroso texto!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *