De Ortisei, a localidade de que mais gostámos nas Dolomitas, partimos à descoberta de três das atrações mais icónicas dos Alpes italianos, nomeadamente: Val di Funes, Seceda e Alpe di Siusi.

Val di Funes (aldeia de Santa Madalena)

Val di Funes é considerado um dos vales mais bonitos das Dolomitas. Apesar de albergar mais aldeias, a de Santa Madalena é provavelmente a mais fotogénica: há casinhas e uma igreja rodeadas por campos verdes, bosques de pinheiros e, como pano de fundo, o impressionante maciço de Odle, que se ergue de forma dramática no horizonte.

Aldeia de Santa Madalena, Val di Funes © Bill Higham

Como chegar | De carro;

O que fazer em Santa Madalena:

  • Visitar o miradouro de Santa Madalena, de onde se tem a melhor vista sobre a igreja de Santa Madalena, a aldeia e o maciço de Odle (~30 minutos a pé desde o parque de estacionamento da aldeia seguindo pela rua Magdalenaweg – é proibido ir de carro);
  • Ver a Capela de San Giovanni in Ranui (~20 minutos a pé desde o parque de estacionamento da aldeia. Também há um parque de estacionamento junto à capela, mas é pago);
  • Percursos pedestres, como o Trilho Adolf Munkel. Mais informação e mapa interativo em: www.villnoess.com/en/active/hiking-and-mountaineering/hiking/

Seceda

Seceda, a 2.500 metros de altitude, é o ponto mais alto do Vale Gardena, daí as vistas serem impressionantes.

Seceda © Luigi Alesi

Como chegar | De teleférico a partir de Ortisei, com paragem em Furnes para mudar de teleférico. Horários e preços: www.seceda.it/en

O que fazer em Seceda | Simplesmente apreciar as vistas ou fazer um percurso pedestre. Há vários, com diferentes graus de dificuldade, desde caminhadas fáceis, ideais para crianças, até vias ferratas. Mais informação em: www.seceda.it/en/hiking

Alpe di Siusi

Situado a uma altitude de 1850 metros, é o maior prado alpino da Europa e as paisagens são lindas: campos verdes ondulantes, casinhas de madeira, vacas a pastar em liberdade e impressionantes montanhas ao fundo.

Alpe di Suisi © Glen Sinclair

Como chegar:

O que fazer em Alpe di Siusi | Simplesmente apreciar as vistas ou fazer um percurso pedestre. Há caminhadas com duração e grau de dificuldade diferentes, inclusive algumas acessíveis a crianças, idosos e até pessoas com mobilidade reduzida. Podem pedir um mapa (gratuito) quando comprarem os bilhetes para o teleférico.

Previsão do tempo/ webcams

Existem câmaras para ver, em tempo real, as condições metereológicas em Val di Funes (inclusive na aldeia de Santa Madalena), em Seceda e em Alpe di Siusi, de modo a planear os seus dias em conformidade. Ora veja:

Comer

Existem restaurantes em qualquer um dos três sítios.

Dormir

Ao contrário de Seceda, é possível ficar alojado em Val di Funes e Alpe di Siusi. Nós preferimos, todavia, fazer de Ortisei a nossa base, para não termos de mudar de hotel todas as noites.

Curiosidade | As Dolomitas pertenceram ao Império Austro-Húngaro até 1918. Após a Primeira Guerra Mundial, a região passou a fazer parte da Itália. Por esse motivo, as localidades são muitas vezes identificadas pelos seus nomes italianos e alemães. Funes, por exemplo, é Villnöss em alemão; Ortisei é Urtijëi e Alpe di Siusi, Seiser Alm.

Mais artigos sobre os Alpes:

Se gostou deste artigo, pode deixar um comentário em baixo e seguir-nos através do Instagram e Facebook. A si não custa nada e a nós motivar-nos-á a partilhar mais experiências de viagem. Boas viagens à solta!

2 Comentários

  1. Viagens à Solta,

    Imagens maravilhosas. Nota-se que a fotografia de paisagem é a vossa zona de conforto. Os meus sinceros elogios. Obrigado por mostrarem uma parte da Itália desconhecida (pelo menos para mim) da região dos Alpes.

    Votos de boas viagens, se for o caso!

    • Olá Rafael,

      Agradecemos o elogio, mas as fotos deste artigo não são nossas. São fotos do “Creative Commons” e, como poderás ver nas legendas, fizemos menção de crédito para os fotógrafos.

      Como explicámos no artigo sobre Ortisei, apanhámos tão mau tempo nestes três lugares que nem sequer tirámos fotos 🙁

      Beijinhos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *